Páginas

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Sinal?

Eu não acredito em duendes, fadas, gnomos,e coisas afins. E eu acredito em coincidências. O que eu quero dizer é que eu acho que algumas coisas - a maioria delas - são mera coincidência, e pronto. Tem gente que vê em tudo um sinal pra qualquer coisa. Tá em dúvida sobre aceitar ou não uma proposta, daí a Gal canta Folhetim ("se acaso me quiseres, sou dessas mulheres que só dizem sim") no rádio e - pimba! - era o sinal que tava precisando pra culpar o acaso pela decisão que queria tomar. E ainda argumenta: "Claro que foi um sinal! Onde já se viu tocar Gal Costa na FM Cultura? E ainda mais uma música tããão desconhecida?" Então tá. Vai lá e acredita no que quiser. Euzinha não tenho paciência pro pensamento mágico.
Mas hoje - olha só - aconteceu um negócio engraçado. Há semanas penso em cortar meu cabelo joãozinho de novo. Mentira: eu sempre penso em voltar a usar o cabelo assim, mas nas últimas semanas tenho ficado cada vez mais impaciente com esse cabelón que ando ostentando há uns bons três anos. Não posso nem ver a Sandra Anhemberg na bancada do Jornal Hoje que me dá vontade de pegar a primeira tesoura e fazer o serviço sozinha. Daí hoje eu recebi um vídeo via facebook. É uma parte de um documentário sobre o bar Beirute, que eu adoro, em Brasília, cidade que eu amo. E o vídeo foi enviado pra mim porque lá no fundinho, por uns 5 segundos (lá pelos 8:58m de vídeo), Maklóvia encontrou eu e cumpadi Zé numa mesa papeando. E meu cabelo? Curtésimo! Me senti tão livre só de ver como era fácil usar aquele cabelitcho! Como diria Cafa, AIN! Eu devia ver isso como um sinal, né? Por que eu não acredito em pensamento mágico?
video

3 comentários:

Mayra disse...

corta logo essas madeixas, criatura!!!! o pior que pode acontecer, é crescer depois!!! e vc sabe que fica ótima de joãozinha!!!!! bjs.

(hahahaha... quer sinal melhor? adivinha que palavra apareceu aqui pra repetir ao publicar o comentário? cabelo!).

Penélope Charmosa disse...

Menina, já tô mesmo acreditando nos sinais! Acredita que hj fui receber minha CNH e na hora de devolver a antiga (na foto ainda tô de cabelo joãzinho) a funcionária do DETRAN comentou que eu ficava muito bem de cabelo curto? Foi o suficiente pra eu convencê-la a me deixar ficar com a carteira antiga. Hj viajo, mas quem sabe na volta crio coragem dupla: pra cortar o cabelo e pra fazer a tatoo?

Mayra Cunha disse...

tatoo na veia, prima!!! eu tô ensaiando pra fazer mais umas 3 ou 4 que ando planejando!!! se joga! bjs.