Páginas

domingo, 5 de setembro de 2010

Sem-vergonhice

Não é nada disso que você e sua mente imunda estão pensando, não. O que eu queria dizer é que ando num movimento de assumir até mesmo as coisas que me dão vergonha. Ando me assumindo mulherzinha, ando chorando quando tenho vontade, ando fazendo o que me dá vontade, ando ligando pra quem me dá vontade na hora que a vontade bate, ando falando o que quero na lata. E tem sido engraçado e libertador. Pode ser que amanhã ou depois eu acorde de novo cheia de vergonha na cara e com a culpa de estimação que costumava me acompanhar. Mas por enquanto tô achando tudo isso muito divertido!
E como eu gosto de fechar o domingo com música, lá vai mais uma humilhação pública: eu AMO o Sidney Magal. Prontofalei! E tem coisa mais pretenciosa e absurda que um cara que diz que tem "um mundo de sensações e de vibrações pra te oferecer". Tem que rir, meu povo. Mas eu aposto que o Magal tem mesmo! Boa semana pra todos nós.
video

2 comentários:

Eulália disse...

Amiga, depois dos 30 a gente tem que se assumir mesmo! Hehehehe! Mas vc ainda nem chegou la! :O Brincadeira! Fico feliz com o seu estado de espirito, muito feliz mesmo! Continue assim! Beijos!

Penélope Charmosa disse...

Ai, amiga pra você é fácil agir assim. Mas eu sou uma timida debaixo de uma capa de extroversão. Você sabe disso. (mas vc sempre preferiu dizer "romântica embaixo de uma capa de muro chapiscado") Eita, mas tu me faz falta, bicha!