Páginas

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Viagem pelo incrível universo da minha nostalgia

Hoje, depois de um dia de trabalho pesaaaaaado, cheguei em casa para uma entrevista para a TV Antares. Não, não sou celebridade. Mas concordei em falar sobre meu hábito de escrever cartas nessa época em que o MSN e o e-mail parecem dar conta de nossas necessidades de comunicação. Mas nada disso importa aqui. O que importa é que remexi em várias cartas que estavam guardadas no fundo do armário. E remexi em tantas outras gavetas da minha alma. Nossa, que saudade daquelas cartas, daquelas pessoas, daquele tempo, de mim... Encontrei passagens cheias de carinho, humor, saudade, e esperança. Sim, as cartas vinham sempre cheias de certeza de que o mundo era bom e de que o futuro podia ser escrito, assim como as novidades mais triviais. Cartas de pessoas que estavam longe: Zélder (que coincidentemente está fazendo aniversário hoje), Godoy, Mayra, Fábia, Tiago, Iana. Cartas de pessoas que viviam pertinho, mas optavam por escrever: Ira, Daisinha, Aldira. Li algumas delas. Ri, chorei, fiquei em dúvida em relação a algumas frases - "a quem mesmo ela está se referindo?" E eu, que tanto tento me manter inteira, encontrei pedaços de mim espalhados em envelopes vindos de todas as partes do mundo. Caquinhos de mim, vistos pela ótica de pessoas queridas. Não me sinto infeliz agora, apenas nostálgica. E amada. E certa de que venho construindo uma história bonita no mundo.

2 comentários:

Lala disse...

Olha só... Ontem estava pensando nisso, em momentos passados. Nos tempos em que éramos crianças e conversávamos besteira sem sermos repreendidos. Pensei também nos amigos e recordações que deixamos para trás. É como dizia meu mestre amigo, Padre Florêncio, numa frase inserida nas apostilas de química: "reviver o passado tem dois sentimentos: se foi ruim, sofre-se de novo, se foi bom, sente-se saudades!" Mas a gente precisa do passado para manter-se vivo e seguir em frente! Amei texto, me identifiquei pra valer!

Leo Cardozo disse...

Oi gostei muito dessa postagem realmente é muito bom reler as cartas, naum so ficar olhand a tela d um Pc...
vou seguir seu concelho vou voltar a escrever... ado meio desplicente com algumas coisas mais passa
abraço