Páginas

terça-feira, 4 de maio de 2010

Threesome and more



Às vezes basta umas coisinhas de nada pra me fazer feliz: uma aula deliciosa sobre blogs e comunidades virtuais, alunos participando, conversinha no corredor com Cris Portela, e o som de mensagem do celular tocando repetidas vezes com alguma variante da mesma mensagem: "Samba no coreto! É hoje. Bora?" E daí eu já nem me importo que o meu salto não me deixe sambar, e que de repente eu olhe em volta e todos nós - todos cinco - estejamos tomando coca-cola. Essa, sim, foi uma cena pra ficar pra história.


E mais memorável ainda foi chegar no Hashi e recusar o Campari matador do Pereira e encher a cara de cajuína enquanto brinco com o sonomono que não quer descer goela abaixo, enquanto penso com meus botõezinhos sobre a vida, e rio da eterna mania que vocês tem de zombar da minha estupidez e grosseria e do meu analfabetismo social. (Mas Dona Lunga é um pouco demais, tá?)


E, caso vocês não lembrem, bem ali tem um diploma que diz que eu sou comunicadora social, e isso deveria querer dizer que eu sei me comunicar. Ou não? Sei lá. Isso foi há tanto tempo que eu acho que de lá pra cá os protocolos mudaram e eu desaprendi a ler e escrever, a ouvir e falar.


Mas afinal, mesmo em Milton style, todos sóbrios e de cara, com vocês até lavar o carro vira programão pro sábado. E rir da vida e da gente é tão fácil!


(E pelo menos em uma coisa vocês tem razão: com o passar dos anos tô virando uma menininha sentimental mesmo.)




Um comentário:

TATY BE TATY Edição de Imagens disse...

Identifico-me muito com vc, suas palavras parecem sair da minha boca, ou da minha mão, digitando...
Já tô viciada no seu blog...

Beijos linda!!!